Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \30\UTC 2016

no-amor

 

Eu não acredito em um amor ideal, mas naqueles amores inexplicáveis que nos arrebatam e envolvem com sentimentos intensos e confusos, e que nos fazem pensar em construir um amor real, um amor verdadeiro.

Não procure um amor ideal, construa um amor verdadeiro

Todos nós temos em mente como é o nosso amor ideal. Atribuímos a essa imagem física muitos valores, traços perfeitos, onde se esconde a nossa maior felicidade.

Sonhar não é ruim; precisamos de ilusão para viver neste mundo difícil e complexo. No entanto, quando se trata de amor, temos que agir com os pés no chão e a mente aberta.

Não idealize; não existem amores perfeitos. Existem pessoas com defeitos e virtudes que podem combinar com as suas necessidades e lacunas.

Convidamos você a refletir sobre isso: não procure um amor ideal, construa um amor real, verdadeiro e consciente.

Os pilares que constroem relacionamentos conscientes

Você já deve ter ouvido falar de relacionamentos conscientes. Eles são por assim dizer, o contrário do amor romântico ou inconsciente.

Sabemos que muitos de vocês se sentirão afetados com a nossa crítica ao amor romântico, mas ele contém uma série de dimensões muito perigosas para o nosso equilíbrio emocional.

– O amor romântico simboliza a idealização da pessoa amada, e a construção de um personagem que não corresponde à realidade.

– O romantismo ou o amor ideal é o reflexo do apego, da necessidade de ter e possuir o outro, como única forma de ser feliz.

– Isso não significa que no amor verdadeiro não podemos demonstrar afeto, carinho e cuidado. Trata-se de construir um amor consciente, através de um relacionamento saudável onde não há a necessidade de subjugar e nem de ter apegos obsessivos.

 A chave está em construir vínculos saudáveis, que sejam harmônicos e onde se respeite o crescimento pessoal do casal.

Como podemos encontrar e construir um relacionamento maduro e consciente:

1- Não procure, transforme-se na pessoa com que vale a pena estar.

Encontrar a “pessoa perfeita” ou a “pessoa ideal” não pode ser o seu objetivo na vida.

A vida é um aprendizado contínuo, onde todo relacionamento do passado deixou uma vivência e recordações que fazem parte de você. Os seus fracassos anteriores não definem o que você é hoje, apenas ensinam a caminhar com mais cautela.

Não procure, deixe acontecer, cuidando da sua autoestima, sabendo o que quer  e mantendo distância do que pode causar sofrimento.

Procure se desenvolver, crescer interiormente todos os dias e aprecie a pessoa que se reflete no seu espelho.  Sua felicidade interior, seu equilíbrio e maturidade emocional, são os melhores presentes que você pode oferecer ao seu parceiro.

Para construir um amor real e consciente, você deve primeiro se transformar naquela pessoa com quem “vale a pena compartilhar uma vida inteira”. O verdadeiro amor não chega até você como uma mágica, mas deve ser “cultivado” todos os dias.

2- Desenvolva seu equilíbrio pessoal e emocional

Pode ser que seu coração esteja machucado por algum relacionamento anterior, com alguma ferida que precisa ser cauterizada.

– Depois de um fracasso ou término, é necessário recuperar o vínculo com nós mesmos; com o que somos, com as nossas necessidades e com a nossa voz interior. Você gastou muita energia com a outra pessoa e chegou o momento de dar prioridade a você mesmo.

– Perca o seu medo da solidão ou de ser abandonado. É preciso aprender a ficar só, sem deixar que isso se torne dramático para você.

– Recupere a sua autoestima, seu amor próprio e a união consigo mesmo. Aceite-se como você é, com o que tem e o que aprendeu, para suprir os vazios e carências que de alguma forma esperamos que os outros preencham.

 Comece um novo relacionamento como alguém maduro, que aprendeu com suas experiências e hoje está livre para recomeçar e construir um amor real, pleno e sobretudo corajoso.

3- Amar é fácil, mas construir um amor verdadeiro requer esforço.

Alguns amores chegam de repente e nos arrebatam. Como dissemos no início, são amores inexplicáveis.

Não importa como começou, o essencial é construir no dia a dia um relacionamento com respeito, equilíbrio e cumplicidade.

Para construir um amor consciente é necessário boa vontade de ambos os lados, compreender as diferenças e valorizar tudo o que os une.

Lembre-se: pare de procurar um amor ideal ou perfeito. Somos todos seres imperfeitos nos esforçando todos os dias para construir uma vida perfeita.

E isso é o que importa.

 

 

http://amenteemaravilhosa.com/

Read Full Post »