Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \26\UTC 2010

Só existe um medo básico.
Todos os outros medos são consequências do medo principal que todo ser humano carrega dentro de si.
O medo é de se perder.
Ele pode acontecer na morte, no amor, mas o medo é o mesmo.

E o mais estranho é que as pessoas que têm medo de se perder são justamente aquelas que não estão de posse de si mesmas.
Aquelas que estão de posse delas mesmas não têm medo.
Então, é na realidade uma questão de exposição.
Você não tem nada a perder.

As pessoas têm medo da vida.
Elas têm medo da vida porque a vida só é possível se você for capaz de enlouquecer – enlouquecer no amor, enlouquecer na sua canção, enlouquecer na sua dança.
É aí que reside o medo.

Quem tem medo da morte?
Nunca cruzei com ninguém que tivesse.

Mas quase todo mundo que eu conheço tem medo da vida.
Descarte o medo da vida…
Porque ou você tem medo ou vive, só depende de você.
Você não tem nada a perder, só tem a ganhar.
Esqueça as lágrimas e mergulhe de cabeça na vida.

Então um dia a morte virá como uma convidada de honra, não como uma inimiga, e você apreciará a morte ainda mais do que apreciou a vida, porque a morte tem as suas próprias belezas.

E a morte é muito rara, porque ela só acontece uma só vez – a vida acontece todos os dias.

(Osho)

Read Full Post »

Quando você nasceu, não veio com manual do proprietário.
Essas dicas fazem a vida funcionar melhor:

1. Você vai receber um corpo.
Pode amá-lo ou detestá-lo, mas é a única coisa que você com certeza possuirá até o fim da sua vida.

2. Você vai aprender lições.
Ao nascermos, somos imediatamente inscritos numa escola informal chamada “Vida no Planeta Terra”. Todas as pessoas e acontecimentos são “professores universais”.

3. Não existem erros, apenas lições.
Crescimento é um processo de experimentação, no qual as “falhas” são tão parte do processo quanto os “sucessos”.

4. Uma lição é repetida até que seja aprendida.
Será apresentada a você em várias formas, até que você enfim entenda. Poderá, então, passar para a próxima lição.

5. Se não aprender as lições fáceis, elas se tornam difíceis.
Problemas externos são o preciso reflexo do seu estado interior. Quando você limpa obstruções, seu mundo exterior muda. A dor é o jeito do universo chamar a sua atenção.

6. Você saberá quando aprendeu uma lição quando suas ações mudarem.
Sabedoria é prática. Um pouco de alguma coisa é melhor do que muito de nada.

7. “Lá” não é melhor do que “aqui”.
Quando “lá” se torna “aqui”, você vai simplesmente arranjar outro “lá”, que de novo parecerá melhor que “aqui”.

8. Os outros são meros espelhos de você.
Você não pode amar ou odiar alguma coisa sobre o outro a menos que reflita algo que você ama ou odeia em você mesmo.

9. Sua vida, só você decide.
A vida dá a tela, você faz a pintura. Escolha as cores e pegue os pincéis. Tome para você o comando de sua vida ou alguém o fará.

10. Você sempre consegue o que quer.
Seu subconsciente determina quais energias, experiências e pessoas você atrai. Assim, o único jeito certeiro de saber o que você quer é ver o que você tem. Não existem vítimas, apenas estudantes.

11. Não existe certo ou errado, mas existem conseqüências.
Dar lição de moral não ajuda. Julgar também não. Apenas faça o melhor que puder.

12. Suas respostas estão dentro de você.
Crianças precisam de direção dos outros. Quando amadurecemos, confiamos em nossos corações, onde as leis universais estão escritas. Você sabe mais do que ouviu ou aprendeu. Tudo que você precisa é olhar, prestar atenção, e confiar.

13. Você vai esquecer tudo isso.

14. Mas pode lembrar sempre que quiser.

(Do livro: Se a vida é um jogo estas são as regras – de Chérie Carter-Scott)

Read Full Post »

O menino olhava a avó escrevendo uma carta e perguntou:
– Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E, por acaso, é uma história sobre mim?

A avó parou a carta, sorriu, e comentou:
– Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele!

O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.
– Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!
– Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.

“Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à sua vontade”.

“Segunda qualidade: de vez em quando preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.”

“Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça”.

“Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.”

“Finalmente, ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação”.

(Paulo Coelho)

Read Full Post »

“Imaginem a vida como um jogo, no qual vocês fazem malabarismo com cinco bolas que lançam ao ar.

Essas bolas são: o trabalho, a família, a saúde, os amigos e o espírito.

O trabalho é uma bola de borracha.
Se cair, bate no chão e pula para cima.
Mas as quatro outras são de vidro.
Se caírem no chão, quebrarão e ficarão permanentemente danificadas.
Entendam isso e busquem o equilíbrio na vida.

Como?

A- Não diminuam seu próprio valor, comparando-se com outras pessoas.
Somos todos diferentes. Cada um de nós é um ser especial;

B- Não fixem seus objetivos com base no que os outros acham importante.
Só vocês estão em condições de escolher o que é melhor para vocês próprios;

C- Dêem valor e respeitem as coisas mais queridas aos seus corações.
Apeguem-se a elas como a própria vida. Sem elas, a vida carece de sentido;

D- Não deixem que a vida escorra entre os dedos por viverem no passado ou no futuro.
Se viverem um dia de cada vez, viverão todos os dias de suas vidas;

E- Não desistam quando ainda são capazes de um esforço a mais.
Nada termina até o momento em que se deixa de tentar;

F- Não temam admitir que não são perfeitos;

F- Não temam enfrentar riscos.
É correndo riscos que aprendemos a ser valentes;

G- Não excluam o amor de suas vidas, dizendo que não se pode encontrá-lo.
A melhor forma de receber amor é dando.
A forma mais rápida de ficar sem amor é apegar-se demasiado a si próprio.
A melhor forma de manter o amor é dar-lhe asas;

I- Não corram tanto pela vida a ponto de esquecerem onde estiveram e para onde vão;

J- Não tenham medo de aprender.
O conhecimento é leve.
É um tesouro que se carrega facilmente;

K- Não usem imprudentemente o tempo ou as palavras.
Estes não se podem recuperar.
A vida não é uma corrida, mas sim uma viagem que deve ser desfrutada a cada passo.”

(Brian Dyson – ex-presidente da Coca-Cola)

Read Full Post »