Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \25\UTC 2009

twitter.jpg

Crescer não significa só aprender. É preciso que os conhecimentos transformem-se em atitudes. E muitas vezes isso não acontece porque não queremos abandonar velhos comportamentos.

Faz tanto tempo que convivemos com eles que parece que fazem parte de nossa identidade, de nossa natureza. No entanto, pensamentos, sentimentos e atitudes são como roupas: estão em você mas não são você. Se já não servem mais, abandone-os e procure idéias novas que lhe tragam os resultados desejados.

Você tem de ser dono de seus pensamentos, e não escravo deles. Os maiores escravizadores dos seres humanos são:

1- Os hábitos – aquela frase “eu sempre fui assim” condena você a continuar sempre assim. Você sempre foi assim porque o ensinaram a ser assim. Escolha ser de outra maneira e vai descobrir que, aos poucos, estará agindo de modo diferente. Não seja escravo do passado. Se tiver de ser escravo, seja escravo dos seus sonhos.

2- A auto-imagem – a maneira como você se vê impede você de ser você mesmo. Quando alguém diz “eu sou assim”, não consegue descobrir que é muito maior do que sua imagem. Quando alguém diz “eu sou tímido”, não consegue deixar de ser tímido.
Não crie rótulos para você. Rótulos são bons para refrigerantes. Você é muito mais do que uma marca de refrigerante. Preste atenção em você e descubra-se maior do que os seus rótulos.

3- A opinião dos outros – há muita gente que sempre muda de caminho porque quer agradar a todo o mundo. Escolha seus orientadores e mantenha a sua rota. Você tem de confiar em você, mesmo que ninguém confie.
Esteja sempre pronto a reavaliar a sua estratégia, mas não deixe os outros pilotarem o barco da sua vida.

Para mudar nossa mentalidade e nossas atitudes, é preciso que estejamos dispostos a enfrentar o desconhecido. E é frequentemente aí que começam os problemas, porque, mesmo enfrentando dificuldades, as pessoas preferem dizer: “Eu sempre fiz assim e sempre funcionou!!!”

Mas o “sempre foi assim” é uma ilusão e, na maioria das vezes, a desculpa para não evoluir. Os campeões adoram o desafio de fazer diferente, têm prazer em ser diferentes, são fascinados pelo pensar diferente, porque sabem que os desafios os obrigam a crescer. Enquanto isso, os perdedores dizem que “já está bom”. E ficam parados no mesmo lugar. Para os perdedores, a acomodação é fácil. Para os campeões, é uma sentença de morte.

Comprometa-se com o que você se propõe, pois assim terá forças para as mudanças que forem necessárias.

Mais importante do que o desejo de mudar é o comprometimento com a mudança.

(Roberto Shinyashiki)

Read Full Post »

aplaudindo

Há um jeito que é só seu, de semear o bem.

Se tem sabedoria para falar, fale!
Há pessoas precisando de quem lhes rasgue novos horizontes.

Se tem o dom de ouvir, ouça!
Há pessoas precisando falar para reorganizar os pensamentos e sentimentos.

Se tem o dom de enxergar os talentos alheios, enalteça-os!
Há pessoas que desabrocham por conta de alguém que lhes reconheça um dom.

Se tem discernimento o bastante para fazer uma observação construtiva, faça-a!
Há pessoas persistindo no mesmo erro, por falta de alguém que as alerte com carinho e firmeza.

Se você não tem vocação para engajar-se em movimentos filantrópicos de grande alcance, tenha em mente que o maior bem a ser semeado começa dentro do seu lar.

Oferte a sua canção, a sua poesia, a sua hospitalidade, aquele prato que ninguém sabe fazer igual.

Oferte a sua diplomacia, a sua liderança ou a sua capacidade de atuar em segundo plano para o bem comum.

Oferte o seu talento para contar piadas e fazer rir.

A sua ternura natural no trato com crianças, idosos ou animais.

A sua capacidade de manter o sangue frio nas horas de crise, quando todos em sua volta desabam.

A sua santa paciência de permanecer num hospital ao lado de um enfermo terminal, ou de varar a noite num velório, naquela hora crítica em que todos vão embora.

Há um jeito que é só seu e todo seu, mesmo que seja ofertar uma flor sem ser dia de nada.

Mesmo que seja afagar as folhas de uma árvore, cantar junto com o seu canarinho, alisar o pelo de seu bichinho de estimação, aquele que você salvou da enxurrada.

Mesmo que seja uma prece sincera feita no silêncio do seu quarto.

Na contabilidade divina, pouco importa se o seu jeito de semear o bem alcançar uma criatura ou milhões de criaturas.

Você está fazendo a sua parte, de um jeito que é só seu.

É só isto que realmente importa!

(Fátima Irene Pinto)

Read Full Post »

1207150297_min

Como é que um bebê aprende a andar?
Caindo e levantando, caindo e levantando, caindo e levantando…
Até que, de repente, acerta!
Se, nesse treinamento para aprender a andar, o bebê dissesse para si mesmo que era bobagem continuar tentando, pois não iria nunca conseguir, o que você acha que aconteceria?
O adulto em que esse bebê se transformou não estaria andando até hoje.
Felizmente, não é isso o que acontece, pois os bebês não costumam se intimidar com os tombos e insistem na tentativa de andar, até que conseguem.
Na nossa educação, no entanto, falhar é pecado.
E, à medida que isso acontece, nossa auto-imagem vai sendo destruída.
Devemos nos lembrar sempre do bebê persistente que já fomos.

Aprenda com os seus erros.
Se quiser progredir na vida, esqueça a síndrome da perfeição.
Ficar repetindo para si mesmo que não pode falhar, torna tudo mais difícil.
Se você pensar que nada de importante é feito corretamente e da primeira vez, você chegará à conclusão de que os erros são uma forma de aperfeiçoar-se.
Quanto melhor você aceita suas falhas, mais aprende com elas para fazer certo da próxima vez.
É falhando, aprendendo, acertando e progredindo que aprendemos a confiar mais em nós mesmos e a ter mais auto-estima.
Os erros são grandes momentos na nossa existência.

O poder do sorriso.
O sorriso é muito importante para melhorar a auto-estima.
Existe uma relação direta entre o sorriso e o sistema nervoso central.
Quando sorrimos, mesmo que seja uma simples movimentação da musculatura facial, o cérebro recebe uma mensagem positiva de que tudo está bem.
Vários estudos mostram que as mulheres sorriem muito mais que os homens.
E, curiosamente, as mulheres vivem, em média, oito anos mais do que os homens.

A magia da doação.
A capacidade de uma pessoa se doar, de prestar serviços úteis ao próximo e à comunidade sem interesses financeiros, é muito importante para a sua auto-estima.
Quando fazemos coisas de graça, o mundo sempre nos retribui de alguma forma.
É lógico que o seu trabalho deve ser valorizado; mas, o que você acha de praticar o princípio de Robin Hood, cobrando de quem tem e ajudando quem necessita?
Vá além disso e seja generoso: às vezes, faça doações até mesmo para quem não precisa.

Cuide da vizinhança.
As pessoas que nos cercam interferem diretamente em nossa auto-estima.
Quem vive em companhia de pessoas negativas, dificilmente consegue desenvolver uma auto-estima sadia.
Isso não significa deixar de lado pessoas que precisam do nosso apoio exatamente por serem negativas.
Mas é preciso saber escolher ambientes e relacionamentos propícios à sua felicidade.

Lembre-se:
Quando você não está bem, não consegue contribuir para que as pessoas ao seu redor fiquem bem, e isso tende a criar um círculo vicioso, prejudicial a todos.

(Dr. Lair Ribeiro)

Read Full Post »

Cidade Proibida - China

Era uma vez uma jovem chamada Lin, que se casou e foi viver com o marido na casa da sogra.
Depois de algum tempo, começou a ver que não se adaptava à sogra.
Os temperamentos eram muito diferentes e Lin se irritava com os hábitos e costumes da sogra, que criticava cada vez mais com insistência.

Com o passar dos meses, as coisas foram piorando, a ponto de a vida se tornar insuportável. No entanto, segundo as tradições antigas da China, a nora tem que estar sempre a serviço da sogra e obedecer-lhe em tudo.

Mas Lin, não suportando por mais tempo a idéia de viver com a sogra, tomou a decisão de ir consultar um Mestre, velho amigo do seu pai.
Depois de ouvir a jovem, o Mestre Huang pegou num ramalhete de ervas medicinais e disse-lhe:
– Para te livrares da tua sogra, não as deves usar de uma só vez, pois isso poderia causar suspeitas. Vais misturá-las com a comida, pouco a pouco, dia após dia, e assim ela vai-se envenenando lentamente.

Mas, para teres a certeza de que, quando ela morrer, ninguém suspeitará de ti, deverás ter muito cuidado em tratá-la sempre com muita amizade. Não discutas e ajuda-a a resolver os seus problemas.

Lin respondeu: – Obrigado, Mestre Huang, farei tudo o que me recomenda.
Lin ficou muito contente e voltou entusiasmada com o projeto de assassinar a sogra.

Durante várias semanas Lin serviu, dia sim, dia não, uma refeição preparada especialmente para a sogra.
E tinha sempre presente a recomendação de Mestre Huang para evitar suspeitas: controlava o temperamento, obedecia à sogra em tudo e tratava-a como se fosse a sua própria mãe.

Passados seis meses, toda a família estava mudada. Lin controlava bem o seu temperamento e quase nunca se aborrecia.
Durantes estes meses, não teve uma única discussão com a sogra, que também se mostrava muito mais amável e mais fácil de tratar com ela.

As atitudes da sogra também mudaram e ambas passaram a tratar-se como mãe e filha. Certo dia, Lin foi procuraro Mestre Huang, para lhe pedir ajuda e disse-lhe:

– Mestre, por favor, ajude-me a evitar que o veneno venha a matar a minha sogra! É que ela transformou-se numa mulher agradável e gosto dela como se fosse a minha mãe. Não quero que ela morra por causa do veneno que lhe dou.

Mestre Huang sorriu e abanou a cabeça:
– Lin, não te preocupes. A tua sogra não mudou. Quem mudou foste tu. As ervas que te dei são vitaminas para melhorar a saúde. O veneno estava nas tuas atitudes, mas foi sendo substituído pelo amor e carinho que lhe começaste a dedicar.

Na China, há um provérbio que diz:
“A pessoa que ama os outros também será amada”.
E os árabes têm outro provérbio:
“O nosso inimigo não é aquele que nos odeia, mas aquele que nós odiamos”.

As pessoas que mais nos dão dor de cabeça hoje poderão vir a ser as que mais nos darão alegrias no futuro. Invista nelas!
Cative-as, ouça-as, cruze seu mundo com o mundo delas.
Plante sementes.
Não espere o resultado imediato: colha com paciência.

Esse é o único investimento que jamais se perde.
Se as pessoas não ganharem, você, pelo menos, ganhará:
Paz interior, experiência e consciência de que fez o melhor.

(autor desconhecido)

Read Full Post »