Feeds:
Posts
Comentários

. Contente

2

Não, eu não quero ser feliz…
Descobri que a felicidade cansa, demora demais para ser alcançada, por isso resolvi ser e estar contente.

Isso mesmo, quero estar contente com o que conquistei hoje, mesmo que seja o mesmo de ontem, não importa, sigo rindo, até de mim mesmo, de algumas bobagens que falo ou faço, e isso me deixa livre…

Quero estar contente com a sua amizade, ela é preciosa e me motiva na alegria.
Quero estar contente com a minha saúde, as vezes caio de cama, mas, levanto rápido, porque enxergo a vida lá na frente, e lá na frente eu estou curado.

Quero estar contente com esse trabalho, pois até aparecer outro, é desse que vou tirar meu sustento.
Quero estar contente com esse dia, não importa se é chuvoso ou tórrido, é o dia que Deus meu deu, e por ser “meu”, quero vivê-lo intensamente.

Quero estar contente com esse amor, esse que vivo hoje, que me satisfaz, por que sei que somos inconstantes, e até o amor de hoje, amanhã pode não ser como antes, mas hoje, estou contente com esse amor.

Por isso, a felicidade que me desculpe, mas eu quero mesmo é viver contente, prefiro perseguir a alegria de hoje que está a mão, à felicidade que as vezes parece utopia, sonho distante que não quero perseguir, quero apenas estar contente e seguir adiante…

(Paulo Roberto Gaefke)

pescaria

Ele tinha 11 anos e sempre que podia ia pescar no cais da cabana da sua família, numa ilha no meio de um lago de New Hampshire.
Na véspera da abertura da temporada de pesca da perca, um menino e seu pai foram até o lago no início da noite e pescaram vários outros tipos de peixes usando minhocas como isca. A seguir, ele amarrou uma pequena isca prateada e praticou arremesso de linha. A isca bateu na água e produziu coloridas ondulações ao pôr do sol e, mais tarde, ondulações prateadas quando a lua se ergueu sobre o lago.
Quando sua vara envergou, ele soube que algo enorme estava na outra extremidade. O pai observou com admiração enquanto o menino habilmente puxava o peixe ao longo do cais. Por fim, ele puxou o exausto peixe para fora da água com todo o cuidado. Era o maior que ele já vira, mas era uma perca.
O menino e seu pai olharam para o belo peixe com as guelras se mexendo para a frente e para trás à luz da lua. O pai acendeu um fósforo e consultou o relógio. Eram 10 da noite duas horas antes da abertura da temporada. Ele olhou para o peixe e, a seguir, para o menino.
– Você terá que jogá-lo de volta na água, filho o pai disse.
– Papai! – exclamou o menino.
– Haverá outros peixes o pai voltou a falar.
– Não tão grande quanto este argumentou o menino.
Os dois olharam em torno. Não havia outros pescadores nem barcos por perto naquela noite enluarada. O filho voltou a olhar para o pai.
Embora ninguém os tivesse visto, nem pudesse saber a que horas ele tinha pescado o peixe, o menino podia perceber, pela firmeza da voz de seu pai, que a decisão não era negociável. Então, soltou lentamente o anzol da boca da enorme perca e a devolveu para a água escura.
O peixe sacudiu seu forte corpo e desapareceu. O menino suspeitava que jamais veria outro tão grande em sua vida.
Isso aconteceu há 34 anos. A cabana ainda se encontra na ilha no meio do lago, e hoje o menino é um bem-sucedido arquiteto em Nova York.
Agora é ele quem leva os filhos para pescar no mesmo cais.
Ele estava certo. Nunca mais pescou um peixe tão magnífico quanto aquele. Mas o peixe aparece em sua mente repetidamente todas as vezes que enfrenta uma questão de ética.
Porque, como seu pai lhe ensinou, a ética é uma simples questão de certo ou errado. O difícil é a prática da ética. Não fazemos o que é correto quando ninguém está olhando? Passamos na frente dos outros usando artifícios? Subornamos o guarda de trânsito para evitar uma multa? Usamos informações confidenciais para nos beneficiar na compra de ações?
Não faríamos nada disso se tivéssemos aprendido a colocar o peixe de volta na água quando éramos jovens. Porque teríamos aprendido o valor da verdade. E contaríamos essa história a nossos amigos e netos com alegria e orgulho, sabendo que crescemos e nos fortalecemos a cada ato desses.

(James P. Lenfesty)

pó

Não deixe suas panelas brilharem mais do que você!
Não leve a faxina ou o trabalho tão a sério!
Pense que a camada de pó vai proteger a madeira que está por baixo dela!
Uma casa só vai virar um lar quando você for capaz de escrever “Eu te amo” sobre os móveis!
Antigamente eu gastava no mínimo 8 horas por semana para manter tudo bem limpo, caso “alguém aparecesse para visitar” – mas depois descobri que ninguém passa “por acaso” para visitar – todos estão muito ocupados passeando, se divertindo e aproveitando a vida!
E agora, se alguém aparecer de repente? Não tenho que explicar a situação da minha casa a ninguém… …as pessoas não estão interessadas em saber o que eu fiquei fazendo o dia todo enquanto elas passeavam, se divertiam e aproveitavam a vida…
Caso você ainda não tenha percebido: A VIDA É CURTA… APROVEITE-A!

Tire o pó… se precisar… Mas não seria melhor pintar um quadro ou escrever uma carta, dar um passeio ou visitar um amigo, assar um bolo e lamber a colher suja de massa, plantar e regar umas sementinhas?
Pese muito bem a diferença entre QUERER e PRECISAR !
Tire o pó… se precisar… Mas você não terá muito tempo livre, para beber champanhe, nadar na praia (ou na piscina), escalar montanhas, brincar com os cachorros, ouvir música e ler livros, cultivar os amigos e aproveitar a vida!
Tire o pó… se precisar… Mas a vida continua lá fora, o sol iluminando os olhos, o vento agitando os cabelos, um floco de neve, as gotas da chuva caindo mansamente….
Pense bem: – Este dia não voltará jamais!!!
Tire o pó… se precisar… Mas não se esqueça que você vai envelhecer e muita coisa não será mais tão fácil de fazer como agora… E quando você partir, como todos nós partiremos um dia, também vai virar pó! Ninguém vai se lembrar de quantas contas você pagou, nem de sua casa tão limpinha, mas vão se lembrar de sua amizade, de sua alegria e do que você ensinou.

AFINAL: “Não é o que você juntou, e sim o que você espalhou que reflete como você viveu a sua vida.”

(autor desconhecido)

. Escolhas

escolhas

Altos e baixos…
Chegadas e partidas…
Muitas pedras pelo caminho…

Somos o que quisemos ser,
Somos o que conseguimos ser,
Somos o que escolhemos ser.

Não importa o quanto você já andou no caminho errado…
Você pode recomeçar…
Mais um ciclo se completa, outro esta por vir…

Escolha!

Escolha ter um projeto de vida.
Se você não sabe para onde vai, qualquer caminho serve.

Escolha estar no controle de seu presente e futuro.
O passado é a única coisa que não se pode mudar.

Escolha fazer sua própria sorte.
Querer transforma possibilidade em realidade.

Escolha preservar sua essência.
De um jeito ou de outro a natureza o levará a isso.

Escolha expandir suas capacidades.
Você ficará mais forte diante da vida.

Escolha se divertir sempre.
Essa é a verdadeira fonte da juventude.

Escolha insistir, persistir.
Ainda que haja tropeços e quedas.

Escolha sonhar com o futuro.
Visualize-o com certeza e assim será!

Escolha ter coragem e ousadia.
Boa intenção nem sempre é o suficiente.

Escolha o trabalho em equipe.
Muitas vezes a soma das partes é maior que o todo.

Escolha estar em sintonia com o seu tempo.
Tudo muda e é preciso estar preparado para as novas situações.

Escolha descobrir o que você tem de melhor.
Isso será seu melhor auxilio diante das adversidades.

Escolha alcançar objetivos estimulantes.
Insegurança e ceticismo só atrapalham.

Escolha aprender e reaprender todos os dias.
Sabedoria se conquista com paciência e tempo.

Escolha ser estratégico.
Crie sempre alianças promissoras.

Escolha ser criativo.
Para isso é preciso experimentar coisas novas.

Escolha ser racional, organizado, chato…
Desde que esteja crescendo com isso.

Escolha vencer sem deixar para trás seus valores.
Caso contrário, mais cedo ou mais tarde se arrependerá.

Escolha dizer obrigado.
Demonstrando gratidão conquistamos aliados.

Escolha ter paixão e entusiasmo em tudo.
Isso fará de você um ser humano excepcional.

Escolha chegar ao fim de cada batalha com a consciência do dever cumprido.
O sentimento de autorrealização é a melhor recompensa.

Você é, essencialmente fruto de suas escolhas.

Então escolha ser o melhor que puder.

(www.cidadedocerebro.com.br)

Quilombo do Zanjo

A coisa mais importante que você possui hoje, é o dia de hoje.
O dia de hoje, mesmo que esteja espremido entre o ontem e o amanhã, deve merecer total prioridade.

Só hoje você pode ser feliz…

O amanhã ainda não chegou… e já é muito tarde para ter sido feliz ontem.
A maior parte das nossas dores é fruto dos restos de ontem ou dos medos do amanhã.

Viva o dia de hoje com sabedoria…

Decida como irá alimentar os seus minutos, o seu trabalho, o seu descanso…
Faça tudo o que seja possível para que o dia de hoje seja seu, já que ele lhe foi dado tão generosamente.
Respeite-o de tal maneira que, quando for dormir, você possa dizer:

– Hoje eu fui capaz de viver e amar…

(Inharoi Michel Martin da Silveira)

ano_novo

Para você ganhar um belíssimo Ano Novo,
não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.

Não precisa chorar de arrependimento
pelas besteiras consumadas nem
parvamente acreditar que por decreto
da esperança a partir de Janeiro
as coisas mudem e seja claridade,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
recompensa, direitos respeitados,
começando pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um ano-novo que mereça
este nome, você, meu caro, tem de
merecê-lo, tem de fazê-lo novo…

Eu sei que não é fácil…
mas tente, experimente, consciente.

É dentro de você que o Ano Novo
dorme e espera desde sempre.

(autor desconhecido)

natal5

Um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas.
É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca.
É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações.
É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui.

Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia.

O Natal é um dia festivo e espero que o seu olhar possa estar voltado para uma festa maior, a festa do nascimento de Cristo dentro de seu coração.

Que neste Natal você e sua família sintam mais forte ainda o significado da palavra amor, que traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transformem o seu coração a cada dia, fazendo que você viva sempre com muita felicidade.

Também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz.
Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de fato queremos ser plenamente felizes.
Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto em sua plenitude, como se fosse o último.
Que queremos renovação e buscaremos os grandes milagres da vida a cada instante.

Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver de novo.
Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos!

Feliz Natal e um próspero Ano Novo!

(autor desconhecido)

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 138 outros seguidores